Piloto de Curitiba Raphael Campos é finalista do Prêmio Capacete de Ouro - Motores Mania

Últimas notícias

Home Top Ad

Anuncie aqui

26/10/2018

Piloto de Curitiba Raphael Campos é finalista do Prêmio Capacete de Ouro

Foto: Rodrigo Guimarães


Nesta semana foram revelados os finalistas da 21ª edição do Prêmio Capacete de Ouro e Raphael Campos, é um dos 11 finalistas. O piloto de Curitiba está entre os três indicados na categoria “Nacional” que engloba todas as categorias de turismo do automobilismo (Sprint Race, Stock Light, Marcas e Porshe), com exceção à Stock Car, que tem categoria própria. Os nomes indicados pela Revista Racing, realizadora do prêmio desde 1997, são com base no desempenho dos pilotos no decorrer do ano. 

Raphael Campos, que lidera a categoria Sprint Race fazendo ótima temporada, avalia a indicação como um sonho realizado. 

“Não tenho nem palavras para expressar o meu sentimento diante dessa importante indicação. Há pouco mais de dois anos ninguém me conhecia, eu tinha largado minha vida e minha família nos EUA para lutar por um sonho que agora se concretiza figurando entre os 11 pilotos destaques do país e ainda como líder da Sprint Race no meu segundo ano como profissional do automobilismo”, se emociona o piloto que agradece a toda equipe da Sprint Race e também à família que sempre o apoio, entre ele o mentor e primo Julio Campos, piloto da Stock Car.

Não havendo contestação às indicações ao Capacete de Ouro, o prêmio entra em votação popular online. 

Foto: Rodrigo Guimarães
Siga o Rapha Campos:

SOBRE RAPHAEL CAMPOS - Desde muito pequeno a paixão por automobilismo sempre foi muito presente na vida de Raphael Campos e o que não faltaram foram incentivos e exemplos para se inspirar. Há pouco mais de um ano morando no Brasil, o piloto de 21 anos, deixou sua vida nos EUA onde morava com o pai há 13 anos, com um único objetivo: ser piloto de automobilismo. Com incentivo do primo e piloto da Stock Car Julio Campos, hoje Raphael mora e treina em Curitiba. Outro primo, Marco Campos, chegou à Fórmula 3000, porém foi vítima de um acidente fatal competindo em Paris, 1995. Raphael quer seguir o exemplo dos primos e aqui no Brasil chegar a Stock Car, bem como seguir carreira internacional.



Pages