O retorno de Kubica à Fórmula 1? - Motores Mania

Últimas notícias

Home Top Ad

Anuncie aqui

20/07/2017

O retorno de Kubica à Fórmula 1?


    Nas últimas semanas, a imprensa internacional tornou a ventilar no noticiário uma possível volta do polonês Robert Kubica à Fórmula 1. E nesta terça-feira, o jornal alemão Bild cravou que a Renault pensa em efetivar a contratação já para o GP da Bélgica, no fim de agosto, substituindo o contestado Jolyon Palmer, que não somou nenhum ponto na temporada.

    Afastado desde 2011 da categoria, quando se acidentou antes dos testes de pré-temporada, em uma corrida de rali na Itália, Kubica é tido como uma joia perdida: o acidente afetou sua mobilidade na mão direita e inviabilizou a permanência nas competições de monopostos. Desde então, entre aparições no World Rally Championship e em campeonatos de endurance, o retorno à Fórmula 1 nunca foi descartado, mas visto com descrédito, pelas dificuldades físicas.

    No começo do mês, ele guiou um F1 pela primeira vez após o acidente, em teste bancado pela própria Renault. Kubica pilotou um Lotus 2012, completando 115 voltas no circuito de Valência, e teve o desempenho elogiado pelo chefe de operações de pista da equipe, Alan Permanece. “Eu não sabia, e não acho que ele sabia, que poderia aguentar fisicamente e, mais do que isso, ser capaz de pilotar tanto”, declarou. A oportunidade foi vista como o primeiro teste de resistência do polonês. Ele ainda é cotado para assumir um dos cockpits da Renault nos próximos testes coletivos da categoria, após o Grande Prêmio da Hungria, em duas semanas.

    Foi justamente na Hungria, em 2006, que Kubica estreou na Fórmula 1, pela BMW, substituindo com muita personalidade o campeão Jacques Villeneuve. Em 2008, no Canadá, venceu pela única vez na categoria. Nessa mesma temporada, chegou a liderar o campeonato. Além da velocidade, deixou como marca um domínio no acerto dos carros que impressionava os engenheiros por onde trabalhou. Fora das pistas, a simplicidade e o carisma do polonês fizeram dele o piloto mais querido por muitos dos fãs da categoria.

    Se confirmado o retorno de Kubica à F1, não só o automobilismo, mas o esporte em geral tem uma belíssima história para acompanhar. “Antes eu via minhas chances de voltar em 10 ou 20%. Hoje, como sou realista e mantenho meus pés no chão, eu diria que tenho 80 ou 90% de chances”, afirmou o polonês, em entrevista à revista britânica Autosport, para alento dos fãs da velocidade.

Foto: Motorsport.com

Pages