Marajó de Binho Farias - Motores Mania

Últimas notícias

Home Top Ad

Anuncie aqui

26/04/2017

Marajó de Binho Farias


             Como se pode esperar de um bom carro, mais uma Marajó nos surpreende e ganha espaço em nosso site! A história da vez será da Marajó vermelha e preta de Binho Farias, de Curitiba/PR, que, depois de muitas melhoras, está participando de festivais automotivos.
                Binho nos contou que antes do seu carro atual, possuía um Chevette de arrancada, porém, após problemas enquanto fazia o chassi, acabou sendo perdido. Dessa forma, nosso piloto acabou por comprar outro carro de um amigo: a Marajó.


                Na época, Binho ainda estava com a mecânica do seu veículo anterior, então a vendeu a fim de comprar um motor de Opala 4 Cilindros, que seria ideal para seu novo veiculo, fazendo com que sua nova máquina participasse de arrancadas 201mts no Autódromo de Pinhais. Após esse início, ele passou a andar na categoria TT, já que essa era sua verdadeira paixão, atingindo, já na primeira etapa, 11,6 segundos.
                No entanto, a partir da segunda fase, sua Marajó começou a apresentar problemas, tendo, praticamente, todo o motor danificado. A partir dai, iniciou-se a tarefa de melhorar e reconstruir o carro. Alterou-se, por exemplo, um AP convencional por um bloco alto e cabeçote cruzado e se alternou o diferencial e, consequentemente, o câmbio de injeção e de engate rápido. Além de tudo isso, Binho complementou seu conhecimento fazendo cursos, por que, assim como diz ele: “tive oportunidade de fazer um curso de injeção, pois um piloto não pode se limitar em pilotar, um piloto de verdade tem que saber acertar seu carro”.
                O fato é que, mesmo com outras dificuldades aparecendo em seu caminho, Binho conseguiu deixar seu carro em bom estado para o festival de Curitiba de 2015, alcançando a casa dos 9 segundos em 402 mts. Infelizmente, após esse acontecimento, ele sofreu um acidente no final da reta ao abrir o paraquedas; porém, apesar disso, está confiante e permanece firme no objetivo de restaurar o carro e começar a competir na categoria TT-B.





Pages